terça-feira, 14 de setembro de 2010

tá ficando bom.

imagina querido que esse é o começo. e se fosse? e se essa é aquela época cheia de borboletinhas no estomago e olhares furtivos? ou então aquela época liiinda em que qualquer coisa feita, qualquer coisa mesmo já é muita coisa, já é uma aproximação.
consegue imaginar que talvez, daqui há um tempo podemos estar rindo juntos do começo da nossa história. sim; juntos, nossa história. ou não, haha, possivelmente não será nada; possivelmente esse momento veio como uma injeção de energia, para que eu possa ter em quem pensar por um tempo mesmo que seja só por esporte.
imagina amor se a gente se conhecesse? se ficassemos juntos, desvendássemos as histórias um do outro?
e se você fosse a pessoa pela qual eu devesse ter esperança, mesmo que tudo indique que não vá acontecer absolutamente nada?
e se eu não acreditar e perder a oportunidade? e se amanhã acordar e descobrir que estou novamente apaixonada por mim mesma e não há quem me faça tão bem quanto eu? e se surgir outra pessoa que não tinha nada com isso, que eu nunca imaginava, que eu nunca nem pensei e puff; acontece.
imagina se você vira o meu arco-iris, meu valete de copas, se eu viro a sua dama de espada; se você vira o anjo com que eu sonharia toda a noite, já que o nome de anjo você já tem.
imagina se a gente se apaixonasse?
muito fácil né? dá pra se apaixonar só pela possibilidade de se apaixonar por alguém.
ou não.

Um comentário:

Boechat. disse...

nome de anjo, e garanto que sorriso também. HAHAHAHA