segunda-feira, 21 de junho de 2010

meu cachorro.

outro dia me falaram que eu escrevo bem. devo confessar que toda vez que ouço algum elogio fico morrendo de medo de escrever de novo. sabe, é tipo aquele beijo perfeito que a gente dá, que o proximo dá até medo de não ser tão bom quanto.. então, des de já peço desculpas.

eu tenho um cachorrinho super fofinho, o nome dele é Gutembergue (vulgo Gut). que é odiado por todo mundo que vem aqui em casa por ser o ser vivo mais carente de todos os tempos. pois é, você entra em casa ele chora de animação abanando aquele traseiro de pompom com um brinquedinho na boca. e por mais que os meus dias estejam apenas passando e nada de bom ou novo acontece não consigo deixar de encontrar uma felicidade meio boba nesse bichinho bocó. ele é totalmente dependente a mim, o mundo dele é um pouco mais que o meu quarto, sala e cozinha. exploração aos seus olhos é andar em volta do quarteirão, e mesmo assim todo dia quando eu chego ele tem o seu pequeno momento de felicidade. pode parecer pretenção da minha parte, mas não é. diferente dos nossos queridos e maldosos seres humanos o meu lindo cachorrinho não mente. não há falsidade nenhuma no momento em que ele sobe na cama e deita nos meus pés, nem quando a minha voz começa a soar um tanto babaca depois de brincar um pouco com ele ('owwwn, meu bebê. vem cá, vem cá.. trás o brinquedinho!').
o vendo tão feliz com tão pouco. a minha simples presença já anima o pequeno ser. ele se maravilha com esse tantinho minusculo do mundo que é a minha casa. mais que isso, ele encontra a felicidade aqui. juro, nessas horas eu me pergunto; como alguém, com tudo que nos é oferecido consegue ser algo menos que isso?
a vida é extremamente, incrivelmente, incondicionalmente; maravilhosa.

_______________________________________________________________

às vezes eu preciso sentir a minha pele sangrar, o meu corpo doer. preciso sentir a tristeza bater, o chão ir embora. de vez em quando necessito de um pouco de lágrimas, de tormenta e depressão. em momentos preciso gritar, mentir, roubar, defamar e por que não usar as pessoas e ser egoísta? entende porquê? porque mesmo sendo má em meio espediente eu sou ser humano 24 horas por dia.
hihi, eu gostei, e fui eu que fiz! *_*

Um comentário: